Imagem de Topo
Obrigado, Eusébio! Até sempre!
06-01-2014

Não é só Portugal. O mundo está de luto ao ver partir uma figura ímpar do desporto.

Eusébio da Silva Ferreira conseguiu, ao longo da sua carreira de 22 anos, unir  multidões, atingindo  uma dimensão internacional que já se eternizou a nível mundial.

Sete vezes o melhor marcador nacional, duas vezes melhor marcador europeu e melhor marcador do  Campeonato do Mundo de Inglaterra, de 1966. Conquistou duas Botas de Ouro, a Taça dos Campeões Europeus, onze títulos nacionais e cinco Taças de Portugal ao serviço do Sport Lisboa e Benfica. Um currículo espantoso, de quem foi estrela quando escassos meios havia para se ser estrela.

Para tantos e tantos portugueses, a lágrima continua a surgir com a imagem do Pantera Negra no Mundial de 66, festejando a vitória contra a seleção coreana.

Eusébio encarna, com toda a naturalidade, o orgulho português e fá-lo viajar, através do desporto, por todo o Mundo. Recordar Eusébio a jogar é sentirmo-nos mais portugueses.

Desde que se retirou, Eusébio foi um embaixador do futebol, acompanhando sempre a Seleção Nacional nos momentos decisivos. Continua a ser um dos rostos mais conhecidos do desporto, muitas vezes elogiado pelo seu conhecido fair-play e humildade, até mesmo pelos adversários. Foram várias as homenagens em sua honra, por parte da FIFA, da UEFA, da Federação Portuguesa de Futebol e do Benfica. A reverência à lenda andou sempre a par e passo com o carinho pelo homem, que nos continua a encher o coração.

Obrigado, Eusébio, e até sempre!