Imagem de Topo
Sistema Nacional de Informação Desportiva
Carta Desportiva Nacional
26-06-2013

A candidatura do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. no âmbito do Sistema de Apoios à Modernização Administrativa, relativa à Carta Desportiva Nacional - Sistema Nacional De Informação Desportiva, obteve decisão favorável por despacho da Comissão Diretiva do Compete - Programa Operacional Fatores de Competitividade.

A operação que permitirá a criação de uma plataforma digital com informação sobre todos os equipamentos desportivos do país, no âmbito da Carta Desportiva Nacional, foi aprovada com um Investimento Elegível total de 706.369,42 €, ao que corresponde um valor FEDER de 592.243,66 €.
Após a aprovação da candidatura e de acordo com o cronograma estabelecido pelo Grupo de Trabalho serão agora desenvolvidas as várias fases do projeto (produção do sistema informático, aquisição do respetivo hardware, etc.) prevendo-se a sua implementação até ao final de 2015.
Recorde-se que em fevereiro de 2012 o Governo anunciou a criação de um grupo de trabalho para a elaboração da Carta Desportiva Nacional, com o objetivo de criar instrumentos a partir dos quais se possa desenhar para o futuro uma política integrada, coerente e racional de infraestruturas desportivas e de espaços naturais de recreio e desporto.
Os objetivo principais da elaboração da Carta Desportiva Nacional passam por:
a)      Aumentar a eficiência e eficácia da informação do sistema desportivo relativa às instalações desportivas,
b)      Reduzir a desarticulação entre os seus agentes em matéria de informação, cooperação interinstitucional e partilha de informação e recursos.
c)       Fazer face à inexistência de recursos da administração central e local para o levantamento exaustivo e periódico sobre as suas instalações desportivas.
Esta articulação permitirá a redução de custos de contexto e a simplificação do relacionamento cidadão-serviços prestados, numa lógica de desburocratização máxima das ações necessárias e de acessibilidade. 
Os dados sobre os equipamentos desportivos serão reunidos numa grande plataforma digital e multilingue, com informações cadastrais e técnicas da infraestruturas e dados sobre o que de mais importante se vai passar em cada período de 30 dias, nomeadamente a nível de ocupação, eventos e horários.
O portal poderá fornecer, por exemplo, informação a um turista que é adepto de ‘squash’ e que vai estar a passar férias em Óbidos, onde poderá procurar espaços para praticar este desporto, com inúmeras vantagens em termos turísticos e comerciais do projeto.
Autor: DICRI