Imagem de Topo

contactos | história | recursos | sistema de gestão da qualidade | Investigação

CONTACTOS

Laboratório de Análises de Dopagem
Av. Prof. Egas Moniz (Estádio Universitário)
1600-190 LISBOA
Tel: (351) 217 954 000 • Fax: (351) 217 935 949
lad@idesporto.pt
 

HISTÓRIA
O Laboratório de Análises de Dopagem iniciou a sua actividade em 1980 com a designação de Laboratório de Análises de Dopagem e Bioquímica.
Através do despacho n.º 29/85, assinado pelo então Secretário de Estado dos Desportos, é formalmente criado o LAD, dando seguimento às recomendações da comissão médica do Comité Olímpico Internacional (COI) e às obvias necessidades de criação de um organismo independente dotado de meios técnicos e humanos necessários à execução das análises de controlo de dopagem.

O LAD obteve a sua primeira acreditação pelo COI em 1987, sendo, desde então, reconhecida a sua competência a nível nacional e internacional. Desde esse tempo, o laboratório cresceu ao mesmo ritmo que a consciencialização política e social aumentou em relação à problemática da dopagem em Portugal e no Mundo.

O ano de 1997 constituiu o primeiro ponto de viragem. Em resposta às crescentes solicitações, materializadas num contínuo aumento do número de amostras e às necessidades de dotar o laboratório com mais e melhores recursos tecnológicos, procedeu-se à mudança física do laboratório para as suas actuais instalações. Mais espaço e conforto, melhores recursos tecnológicos aliados à juventude e dinamismo de uma nova equipa de técnicos constituíram a chave para a consolidação dos padrões de qualidade do LAD.

O LAD adoptou, nos últimos anos, a Gestão da Qualidade como parceira na luta contra a dopagem em Portugal e na defesa do praticante desportivo. Esta parceria foi em, Junho de 2001, selada com a acreditação de acordo com a norma NP EN ISO/IEC 17025, constituindo assim um dos primeiros laboratórios de análises de dopagem a nível mundial a atingir tal qualificação.

O segundo ponto de viragem surge no ano de 2003. A nível internacional, a organização da luta contra a dopagem é substancialmente alterada com a criação da Agência Mundial Antidopagem (AMA). Com o nascimento da AMA, surge um Programa Mundial Antidopagem, o qual encerra um novo Código Mundial Antidopagem, Normas Internacionais e Modelos de Boas Práticas, onde se inclui a Norma Internacional para Laboratórios (ISL do inglês "International Standard for Laboratories") – o documento regulador da actividade dos laboratórios de análises de dopagem. No ano de 2003, com a publicação do Decreto-Lei n.º 96/2003 de 7 de Maio, é modificada a estrutura orgânica do IDP. Como consequência, é extinta a Direcção de Serviços de Medicina Desportiva, a qual até então dirigia o LAD, passando este a depender directamente do actual IDP, I.P. Com cerca de duas décadas de história, o LAD constitui hoje uma instituição imprescindível na luta contra a dopagem em Portugal e na defesa dos praticantes desportivos e da verdade desportiva.

O Laboratório de Análises de Dopagem é um dos laboratórios a nível mundial com plena acreditação para a realização de análises de dopagem.
O Laboratório de Bioquímica está acreditado para a realização dos exames laboratoriais exigidos pela União Ciclista Internacional (UCI) e pela União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM).

RECURSOS

Recursos Humanos

O corpo técnico do LAD compreende um Director Científico, um Técnico Assessor, Técnicos Superiores de Laboratório, Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica e um Auxiliar de Laboratório. Estes elementos estão organizados em 6 equipas de 2 ou 3 elementos. A constituição base de cada equipa consiste num Técnico Superior com funções de Responsável de Equipa, um Técnico Superior Adjunto e um Técnico de Diagnóstico e Terapêutica.

A gestão é assegurada por um Director, um Gestor da Qualidade, um responsável pela cadeia de custódia e uma assistente administrativa.

Equipamentos

Tecnologia

O LAD cumpre os requisitos da Norma Internacional para Laboratórios respeitantes às tecnologia exigidas para a identificação e quantificação de substâncias dopantes. A lista de tecnologias disponíveis no LAD são as seguintes:
- Cromatografia líquida com espectrometria de massa/massa (LC/MS/MS);
- Cromatografia gasosa com espectrometria de massa/massa (GC/MS/MS);
- Cromatografia gasosa com espectrometria de massa (GC/MS);
- Cromatografia líquida de alta resolução (HPLC/UV-DAD);
- Cromatografia gasosa com detecção azoto/fósforo (GC/NPD);
- Cromatografia gasosa com espectometria de massas de razão isotópica (GC/C/IRMS-TOF);
- Sistema robótico de preparação de amostras (SPE);
- Sistemas robóticos de análises clínicas.

 

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

Política da Qualidade

"A Qualidade em defesa do praticante desportivo"

A política da Qualidade do LAD consiste em assegurar e elevar constantemente o grau de satisfação e confiança dos nossos clientes e actualizar permanentemente os conhecimentos e metodologias técnico-científicas, preservando deste modo a verdade desportiva e a saúde dos praticantes desportivos.

O LAD propõe-se cumprir a política da qualidade através da concretização dos seguintes objectivos:

Garantir que os serviços prestados pelo LAD vão de encontro às necessidades e expectativas dos clientes;

Garantir a total confiança nos resultados analíticos fornecidos pelo laboratório;

Garantir o fornecimento dos resultados dentro dos prazos acordados com os clientes;

Garantir que os ensaios sejam realizados de acordo com as normas e procedimentos definidos pelas autoridades relevantes a nível nacional e internacional;

Garantir que os relatórios de ensaio e analíticos traduzam fielmente os resultados dos ensaios realizados;

Garantir o apetrechamento técnico e científico do laboratório para este possa dar resposta às necessidades e expectativas dos clientes;

Garantir os adequados recursos humanos necessários ao seu funcionamento;

Garantir um sistema de formação interna e externa para os seus recursos humanos de modo que estes estejam constantemente actualizados em termos de conhecimentos técnicos e científicos;

Garantir o segredo profissional e a confidencialidade de todas as informações adquiridas para e durante a realização dos ensaios;

Garantir que as amostras a analisar sejam adequadamente conservadas e preservadas;

Garantir que a execução dos procedimentos analíticos seja realizada em instalações adequadas e em condições de segurança;

Garantir que os procedimentos analíticos sejam realizados preservando a imparcialidade, independência, integridade e prevenindo a influência abusiva;

Garantir que o meio ambiente seja preservado através de uma estratégia de tratamento de resíduos;

Garantir que todos os colaboradores implementam as políticas e procedimentos do sistema de gestão da qualidade e respectiva documentação;

Garantir o cumprimento dos requisitos da norma NP EN ISO/IEC 17025:2005, da Norma Internacional para Laboratórios da AMA, do Código Mundial Antidopagem e da legislação nacional vigente específica para o controlo antidopagem.

Os objectivos acima enumerados correspondem a objectivos gerais definidos pela Direcção no sentido de cumprir a política da qualidade. Estes objectivos gerais são desdobrados em objectivos específicos, mensuráveis e calendarizados. Anualmente, estes objectivos são definidos pelo Conselho Consultivo durante a revisão pela Direcção.

Lista de acreditações

O LAD está acreditado de acordo com a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005. Esta acreditação é emitida pelo INSTITUTO PORTUGUÊS DE ACREDITAÇÃO.

O LAD é um dos laboratórios a nível mundial
acreditados pela Agência Mundial Antidopagem.


Símbolos de Acreditação IPQ e COI/WADA

Estrutura documental

O sistema documental implementado no LAD está baseado na norma NP EN ISO/IEC 17025:2005 e reflecte ainda os requisitos da Norma Internacional para Laboratórios, do Código Mundial de Antidopagem e da legislação nacional vigente específica para o controlo de dopagem (Decreto-Lei n.º 183/97 de 26 de Julho, alterações introduzidas pela Lei n.º 152/99 de 14 de Setembro, Portaria n.º 816/97 de 5 de Setembro e Decreto-Lei n.º 192/02 de 25 de Setembro que altera o Decreto-Lei n.º 183/97 de 26 de Julho).

Cópias não controladas do manual da qualidade podem ser solicitadas junto da Gestão da Qualidade (lad.qualidade@idesporto.pt).

 

Iteracção de processos do LAD


INVESTIGAÇÃO

LINHAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA

- Detecção de corticoesteróides por LC/MS-MS
- Detecção de testolactona e gestrinona por LC/MS-MS, GC/MS e HPLC/DAD;
- Detecção de hidroxietilamido por ensaio da glucose;
- Detecção da gonadotrofina coriónica humana por imunoensaios;
- Detecção de hormonas peptídicas por LC/MS-MS;
- Detecção de insulina por LC-MS/MS
- Determinação do perfil de eliminação de glucocorticóides por diversas vias de administração.


LISTA DE PUBLICAÇÕES


- An integrated quality control system for chromatographic screening methods
- Detection of 1-benzyl-piperazine
- Incertezas em análises de dopagem
- Qualitative detection of furosemide


COLABORAÇÕES

O LAD mantém colaborações próximas com outros laboratórios, nomeadamente através da formação de técnicos estrangeiros (Cuba e Argélia) e participação no conselho de especialistas da Associação Mundial de Cientistas de Controlo de Dopagem (WAADS). A nível nacional, o LAD colabora com instituições científicas e de ensino, privado ou público, no sentido de proporcionar formação específica em análises clínicas e químicas a alunos do ensino superior, alunos de mestrado e doutoramento.