Imagem de Topo

Anuário das Federações Desportivas

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BRIDGE (F.P.B.)

Fundação – 11 de novembro de 1977

Ficha
Atualização
31.08.2015

SEDE
Lisboa
Rua Amélia Rey Colaço, 46 D
2790-017 CARNAXIDE

CONTATOS
Telefone: (+351) 213 884 844/961 179 279

E-Mail: fpbridge@mail.telepac.pt
Sítio Internet: www.fpbridge.com

UTILIDADE PÚBLICA
Despacho do Primeiro-Ministro, de 15.06.1978
DR, IIª Série, n.º 139 – 2.º Supl, de 20.06.1978

UTILIDADE PÚBLICA DESPORTIVA
Despacho n.º 41/93, de 29.11.93

DR, IIª Série, n.º 288, de 11.12.93

RENOVAÇÃO UTILIDADE PÚBLICA DESPORTIVA
Despacho n.º 5336/2013, de 05.04.2013
DR, IIª Série, n.º 78, de 22.04.2013

 

Fins estatutários

«A FPB tem por finalidade prosseguir, entre outros, o objetivo de promover, desenvolver, organizar, regulamentar, dirigir e difundir o ensino e a prática do bridge, em todas as suas formas e manifestações.»

(Extrato do Artigo 6.º dos Estatutos da FPB)

Órgãos Sociais (Artigo 36.º dos Estatutos)
Os órgãos da FPB são:
a) A Assembleia Geral;
b) O Presidente;
c) A Direção;
d) O Conselho de Arbitragem;
e) O Conselho Fiscal;
f) O Conselho de Justiça;
g) O Conselho de Disciplina;
h) O Conselho Técnico.

Composição da AG – 40 Delegados (Artigos 46.º e 47.º dos Estatutos)
A AG da FPB é constituída por 40 Delegados.
- Os Clubes são representados por 14 Delegados;
- As Associações Regionais são representadas por 14 Delegados;
- Os praticantes são representados por 6 Delegados;
- Os árbitros são representados por 3 Delegados;
- Os professores são representados por 3 Delegados.

Atual Direção
Presidente: Inocêncio Pavese Almeida Araújo
Presidente Mesa da Assembleia Geral: Maria Eugénia Davim

Órgãos Sociais – 2013/2015
http://www.fpbridge.com/Diversos/Programa_de_Accao_2013-2016.pdf
http://www.fpbridge.com/organizao.htm

Organização
Modalidade não olímpica

Origens do Bridge
As primeiras formas rudimentares do WHIST, antepassado do bridge, remontam à primeira metade do século XVI, em Inglaterra – a primeira prova documental data de 1529. Em meados do século XVII o WHIST atingia uma grande popularidade. Neste jogo, eram distribuídas 13 cartas a cada um dos 4 jogadores, emparceirados 2 a 2, tendo por objectivo realizar o máximo de vazas possíveis. Não existia leilão e nenhum dos jogos ficava exposto sobre a mesa. Em 1742 que surgiu o primeiro livro dedicado ao WHIST: Pequeno tratado sobre o WHIST, de Edmond Hoyles. A obra rapidamente se tornou num best seller, originando mesmo o aparecimento de várias edições piratas. Crê-se que a primeira experiência de WHIST competitivo tenha ocorrido em Londres, em 1857, sob a direção de Cavendish. Nos EUA, os primeiros torneios de WHIST surgiram em 1880. O primeiro encontro entre clubes ocorreu em 1883. Só cinco anos mais tarde, em 1888, seria realizada a primeira experiência europeia, na Escócia. Em 1891 assinala-se a fundação da Liga Americana de WHIST bem como a publicação do primeiro livro sobre organização de torneios, escrito por John Mitchell, que descreveu o primeiro movimento para torneio de pares. Ao que tudo indica, terá sido na Turquia que o WHIST evoluiu para uma das primeiras formas de BRIDGE, no início do século XIX.
O BRIDGE terá chegado a Nova Iorque em 1893, graças a Henry Barbey. Em Londres, membros do Portland Club começaram a jogá-lo em 1894, pelas mãos de Lord Brougham que o havia aprendido na Índia.Harold Vanderbilt foi o “pai” do BRIDGE CONTRATO, criado em 1925.
Em 1929 surge a American Bridge League e em 1932 o primeiro Código Internacional, contendo as leis que regulavam o jogo. Em 1930, Ely Culbertson publicou o “Livro Azul do Bridge Contrato”, que se tornou num best seller.
O bridge é hoje reconhecido como um desporto em muitos países, ensinado em Escolas como disciplina não curricular e jogado por milhões de pessoas, de todas as idades, raças e religiões.
Fonte - http://www.fpbridge.pt/_wp/historia-do-bridge/

Criação da Federação Portuguesa de Bridge
A F.P.B. iniciou a sua atividade em 1960, sendo Presidente da Comissão Organizadora o Conde de Mangualde e da qual faziam parte, José Diogo Amado, Luís Belmar da Costa, João de Castello-Branco e Álvaro Lima e Costa.
Em Julho de 1961, são eleitos os primeiros Corpos Gerentes e aprovados os primeiros Estatutos.
Manoel Queiroz Pereira foi o primeiro Presidente eleito da F.P.B.
Em 1947, George Black organizou o primeiro encontro de equipas em Portugal. Na altura defrontaram-se George Black, Jorge Vozone, Carlos Ruas e Pinto Coelho vs Ricardo Barahona, Jorge Vasques, Duarte Abecassis e Herman de Sousa.
O primeiro Campeonato de Pares de Portugal surgiria 6 anos mais tarde, em 1953, organizado por José Maria Eça de Queiroz.
Em 1977, pela mão de Francisco Sousa Tavares, a F.P.B. é oficialmente reconhecida como representante legítima do bridge de competição, constituindo-se legalmente, com os 2 Estatutos publicados em Diário da República, sendo a modalidade reconhecida pelo Governo como modalidade desportiva, e reconhecida a utilidade pública, em 1978.
José Manuel Soares Oliveira, eleito presidente da FPB em 1985, é reconhecido a nível nacional e internacional, pelas qualidades diretivas no âmbito da organização dos campeonatos mundiais da modalidade.
Fonte
http://www.bridge4fun.pt/historia.html#bportugal

Representação Nacional
Comité Olímpico de Portugal (COP)
http://comiteolimpicoportugal.pt/federacoes-nao-olimpicas/
Confederação de Desporto de Portugal (CDP)
http://www.cdp.pt/cdp/confederacao/associados.html

Representação Internacional
Federação Mundial de Bridge (WBF)
http://www.worldbridge.org/geographic-zones.aspx
Liga Europeia de Bridge (EBL)
http://www.eurobridge.org/member-federations.aspx

Organização de Grandes Eventos
A Federação organizou vários Campeonatos da Europa, 1 Campeonato das Comunidades Europeias, 1 Universíada e o Campeonato do Mundo –“Bermuda Bowl, Venice Cup & Senior Bowl World Transnational Open Teams Championships – ESTORIL – PORTUGAL 2005”

Historial http://www.fpbridge.pt/_wp/historia-do-bridge/
http://www.bridge4fun.pt/historia.html#bportugal
NIF 501 302 115
Estatutos Aprovação - AG 12/10/2014
http://www.fpbridge.com/Diversos2015/Estatutos_FPB_6-1-2015.pdf
Atividade desportiva

ASSOCIAÇÕES REGIONAIS
ARBL - ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE BRIDGE DE LISBOA
ARBN - ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE BRIDGE DO NORTE
ABC - ASSOCIAÇÃO REGIONAL DO CENTRO
ABM - ASSOCIAÇÃO DE BRIDGE DA MADEIRA
ABC - ASSOCIAÇÃO DE BRIDGE DOS AÇORES

CAMPEONATOS - 2015
Em 2015 terão lugar os seguintes Campeonatos Nacionais:
♦ Campeonato Nacional de Pares Femininos
♦ Campeonato Nacional de Pares Mistos
♦ Campeonato Nacional de Clubes da 1ª Divisão
♦ Campeonato Nacional de Clubes da 2ª Divisão
♦ Campeonato Nacional de Equipas de 2ªs Categorias
♦ Campeonato Nacional de Pares de Promoção
♦ Campeonato Nacional de Equipas Open
♦ Campeonato Nacional de Pares de 2ªs Categorias
♦ Campeonato Nacional de Pares Open
♦ Campeonato Nacional de Equipas Mistas
♦ Taça de Portugal
♦ Campeonato Nacional de Pares Sub-30
♦ Campeonato Nacional de Pares por IMPs
♦ Campeonato Nacional de Pares Seniores

Compromisso com PNED
http://www.fpbridge.com/pned.htm

Distinção a nível internacional
A World Bridge Federation (WBF) atribuiu o título de Mestre Mundial (World Master) aos seguintes praticantes:
Rui Silva Santos
Jorge Castanheira
Sofia Pessoa
Paulo Gonçalves Pereira

Grande Prémio de Portugal
A organização do Grande Prémio de Portugal (GPP) de 2015 continuará a ser concessionada. Serão efectuadas as necessárias diligências junto das entidades que tradicionalmente apoiam o GPP, nomeadamente a Câmara Municipal de Cascais e o BPI.

 Divulgação do Bridge
À semelhança do que ocorreu em 2014, procurar-se-ão estabelecer parcerias e protocolos com entidades públicas e privadas, tendo em vista a promoção da modalidade.
Será colocada à disposição das Associações Regionais a aplicação para smartphones criada em 2014, destinada à divulgação das provas oficiais e dos principais eventos do calendário bridgístico.
O material promocional existente na FPB será fornecido gratuitamente aos Clubes e às Associações Regionais.
Durante o primeiro semestre de 2015, entrará em funcionamento o novo site da FPB.
Igualmente à semelhança dos anos anteriores, os membros da Direção estarão disponíveis para participar em palestras e conferências de divulgação do Bridge de Competição.

Formação
À semelhança de 2013 e 2014, serão lançados dois programas de apoio à formação realizada pelos Clubes e pelas Associações Regionais, um destinado a praticantes jovens e universitários, e outro destinado aos restantes praticantes.
Será igualmente promovida e apoiada a formação inicial e a atualização de árbitros e dirigentes, assim como a formação de praticantes que estão disponíveis para fazer parte das Comissões de Recurso.
Serão colocados à disposição dos praticantes os livros entretanto reunidos e que permitiram constituir a Biblioteca da FPB.

Filiação

Total (2013) Filiados Coletivos: 28 Clubes

Total (2013) Filiados Praticantes: 800

Filiados Praticantes Femininos: 251
Filiados Praticantes Masculinos: 549

Fonte - Dados relativos a 2013 fornecidos pela Federação Portuguesa de Bridge

Regulamentos

Regulamento Eleitoral - 2013
http://webzoom.freewebs.com/fpbridge/Regulamento_Eleitoral_da_FPB_alterado_18_03_2012.pdf

Regulamento de Disciplina e Ética Desportiva 2013 – 17 de junho de 2013
http://www.fpbridge.com/Diversos/RDED_Regulamento_de_Disciplina_e_Etica_Desportiva_da_FPB.pdf

Regulamento Antidopagem – Entrada em vigor – 11 de fevereiro de 2013
http://www.fpbridge.com/Regulamento_de_Controlo_Antidopagem_da_FPB_2013_10_02.pdf

Regulamento de Arbitragem – Entrada em vigor - 15 de janeiro de 2013
http://www.fpbridge.com/RA_Regulamento_Arbitragem_FPB_15-01-2013.pdf

Regulamento Técnico e de Provas - Entrada em vigor em – 1 de janeiro de 2013
http://www.fpbridge.com/RTP_Regulamento%20_Tecnico_e_de_Provas_2013.pdf

Para mais informação, consultar Federação Portuguesa de Bridge
http://www.fpbridge.com/estatutoseregulamentos.htm

Planos
de
Atividades

Relatórios

Plano de Atividades e Orçamento 2015
http://www.fpbridge.com/Diversos2014/Plano_de_Actividades_e_Orcamento_da_FPB_2015.pdf

Plano de Atividades e Orçamento 2014
http://www.fpbridge.com/Diversos/Plano_de_Actividades_e_Orcamento_de_2014.pdf

Plano de Atividades e Orçamento 2013
http://www.fpbridge.com/2013_Plano_Atividades_FPB.pdf
http://www.fpbridge.com/2013_Orcamento_FPB.pdf

Plano de Atividades e Orçamento 2012
http://www.fpbridge.com/2012_Plano_Atividades_FPB.pdf
http://www.fpbridge.com/2012_Orcamento_FPB.pdf

Plano de Atividades e Orçamento 2011
http://webzoom.freewebs.com/fpbridge/Plano_Actividades_FPB_2011.pdf
http://webzoom.freewebs.com/fpbridge/Orcamento_FPB_2011.pdf

Relatório e Contas 2014
http://www.fpbridge.com/Diversos2015/Minuta-da-Acta-da-AG-de-8-Marco-2015.pdf

Relatório e Contas 2013
http://www.fpbridge.com/Diversos2014/Relatorio_e_Contas_FPB_2013.pdf

Relatório e Contas 2012
http://www.fpbridge.com/Relatorio_Contas_2012.pdf

Relatório e Contas 2011
http://webzoom.freewebs.com/fpbridge/Relatorio_Contas_2011.pdf

Relatório e Contas 2010
http://webzoom.freewebs.com/fpbridge/Relatorio_Contas_2010.pdf

Para mais informação, consultar Federação Portuguesa de Bridge
http://www.fpbridge.com/relatriosecontas.htm

Contratos-Programa

Contrato n.º 148/2012 - DR 42 SÉRIE II de 2012-02-28
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo n.º CP/23/DDF/2012, celebrado entre o IDP, I. P., e a Federação Portuguesa de Bridge - aditamento ao contrato-programa de desenvolvimento desportivo n.º 181/DDF/2011 - Desenvolvimento da Prática Desportiva
http://dre.pt/pdf2s/2012/02/042000000/0711607117.pdf

Contrato n.º 317/2012 - DR 117 SÉRIE II de 2012-06-19
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/129/DDF/2012, celebrado entre o IPDJ, I. P., e a Federação Portuguesa de Bridge - Desenvolvimento da Prática Desportiva
http://dre.pt/pdf2s/2012/06/117000000/2165321655.pdf

Contrato n.º 96/2013 - DR 28 SÉRIE II de 2013-02-08
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/20/DDF/2013, celebrado entre o IPDJ, I. P., e a Federação Portuguesa de Bridge - aditamento ao contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/129/DDF/2012 - Desenvolvimento da prática desportiva
http://dre.pt/pdf2s/2013/02/028000000/0584805849.pdf

Contrato n.º 391/2013 - DR 112 SÉRIE II de 2013-06-12
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/103/DDF/2013, celebrado entre o IPDJ, I. P., e a Federação Portuguesa de Bridge - Desenvolvimento da prática desportiva
http://dre.pt/pdf2s/2013/06/112000000/1900819010.pdf

Contrato n.º 53/2014 - DR 23 SÉRIE II de 2014-02-03
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/23/DDF/2014, celebrado entre o IPDJ, I. P., e a Federação Portuguesa de Bridge - aditamento ao contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/103/DDF/2013
http://dre.pt/pdf2s/2014/02/023000000/0327103272.pdf

Contrato n.º 318/2014 - DR 97 SÉRIE II de 2014-05-21
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo CP/123/DDF/2014, celebrado entre o IPDJ, I. P., e a Federação Portuguesa de Bridge
http://dre.pt/pdf2s/2014/05/097000000/1311413117.pdf

Contrato n.º 33/2015 - Diário da República n.º 26/2015, Série II de 2015-02-06
Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo n.º CP/17/DDF/2015, celebrado entre o IPDJ, I.P. e a Federação Portuguesa de Bridge - Aditamento ao Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo n.º CP/123/DDF/2014
https://dre.pt/application/file/66396448

Contrato n.º 251/2015 - Diário da República n.º 73/2015, Série II de 2015-04-15
Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo n.º CP/70/DDF/2015, celebrado entre o Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P. e a Federação Portuguesa de Bridge - Atividades Regulares
https://dre.pt/application/file/66970842

Para mais informação, consultar sítio Internet do IPDJ, I.P.
http://www.idesporto.pt/ContratosPrograma.aspx?id=82&idMenu=3